máscara que cancela o vírus do COVID-19

MOxadTech a Máscara pioneira Portuguesa

A situação atual desde o começo da pandemia em 2020, mostram um crescimento diário dos casos afectados com o Corona vírus em Portugal, o passado mês de setembro superou os 75.000 casos e quase 2.000 vítimas mortais (1.971), mas novos elementos surgiram para melhorar a situação, como a criação de uma máscara que cancela o vírus COVID-19.

 

As novas restrições para defrontar o avanço do vírus, Portugal, implementou a proibição de reuniões com mais dez pessoas, novas limitações para os horários comerciais e cafetarias e restaurantes e as empresas das áreas metropolitanas de lisboa e porto favorecem o teletrabalho, consequentemente, todos os eventos desportivos, vão continuar a serem realizados à porta fechada.

Apesar disto, a confusão e incerteza continuam a ser os sentimentos mais comuns nas ruas portuguesas, a maioria dos cidadãos optam por restringir ainda mais as regras a eles mesmos, por vezes, levando sempre a máscara quando estão na rua. Uma medida que ainda que não seja obrigatória em Portugal (só o é em espaços fechados) é cada vez mais popular.

 

Portugal, até agora o único país que conseguiu desenvolver uma máscara que cancela o vírus do COVID-19.

 

Totalmente “made in” Portugal, este projecto inovador, nascido da cooperação da comunidade empresarial, académica e científica, com a finalidade de levar a cabo o difícil objectivo de criar uma máscara reutilizável de alta eficiência. Esta máscara conta com o certificado de proteção antimicrobiana, ao que adicionamos este factor à capacidade do tecido de cancelar o vírus ao contacto com ele.

 

Denominada de MOxATech, superou com êxito, os testes realizados pelo Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes (iMM; Lisboa, Portugal). Desenvolvido com um tecido que tem como integrantes partes distintas, impermeável e reutilizável, também conta com a certificação de Direction Générale des Entreprises Francesa, esta que, acredita numa retenção das partículas de 90%, mesmo depois de 50 lavagens, segundo o virólogo do iMM, Pedro Simas, coordenador do teste realizado.

 

Francisco Pimentel, director geral da MO, afirma, “este projecto é um excelente exemplo da cooperação entre instituições portuguesas para criar um produto inovador e conseguir tê-lo disponível para as famílias num curto espaço de tempo. Os testes de iMM conseguiram fortalecer esta afirmação, que a MOxATech é a melhor mascara, reforçando todas as certificações reunidas. Somos conscientes da importância deste projecto para a comunidade e temos orgulho, por com a ajuda dos nossos colaboradores, estamos a cumprir a missão Sonae, que, consiste em aproximar os benefícios do progresso e a inovação a um maior número de pessoas”

 

Para se por á prova a sua eficácia, analisou-se o tecido que esteve em contacto com uma solução que continha uma determinada quantidade de vírus, para medir a sua viabilidade ao longo do tempo.

 

Susana Serrano, CEO da Adalberto, afirma, “ a mascara MOxATech é inovadora a nível mundial, e as partes integrantes da mascara, permitem um tratamento que repela a agua e permite neutralizar as bactérias e vírus, quando estes entram em contacto com a própria mascara. Esta solução só se tornou possível graças a cooperação entre destintas entidades, que puseram os seus conhecimentos e capacidades da comunidade para ajudar e proteger as famílias portuguesas”.

 

Antes que o iMM confirmasse a sua eficácia para conseguir conter o vírus do Covid-19, o Institut Pasteur de Lille, França, já tinha conseguido, com êxito, testado as suas características antimicrobianas conta o vírus H1N1, do tipo Corona, e Rotavirus.

 

Para alem de todas as características já mencionadas conta ainda, com a certificação OEKO-Tex, que apresenta a ausência de produtos químicos nocivos durante o fabrico, sendo completamente inofensivo para a os humanos.

 

Onde comprar a máscara MO x ad Tech:

Este produto inovador so se encontra disponível nas lojas da marca portuguesa MO e na sua loja on-line, www.mo-online.com desde o passado mês de abril, pelo preço de 10 euros. O projecto encontrasse aberto a toda a comunidade e disponível a outras marcas portuguesas.

 

Leia mais artigos do How2GO sobre como COVID afetou o resto do mundo:

Marruecos

Colombia

España

No Comments

Leave a Comment:

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.